Coluna do Daileon#90 | Apesar de equívoco, Kamen Rider tem estreia garantida nos EUA

E na semana dos 35 anos de Jaspion, relembre os melhores episódios da série de TV.

Saudações inca-venusianas! (Awika!) Kamen Rider será lançado em serviço de streaming nos EUA. Filmes de verão de Zero-One e Kiramager deve estrear às vésperas das Olimpíadas. E hoje tem Top 10 com os melhores episódios de Jaspion. Não tem pra ninguém. A Coluna 90 é nota 100!


Estreia inusitada!

Um mês atrás falamos sobre o registro da marca Kamen Rider para o Ocidente (leia mais aqui). Pois bem. Nesta terça (10), todos os 98 episódios do clássico de 1971 estavam disponíveis na plataforma de streaming TubiTV.

Porém, na noite desta quarta (11), a série desapareceu do catálogo (culpa do estagiário?). Apesar do equívoco (ou da “passagem”, como diria o Decade), a série está programada para estrear (e pra valer) na próxima terça, dia 17, segundo o próprio Tubi.

Com distribuição da Shout! Factory (a mesma que lançou Ultraman, Power Rangers e Super Sentai em DVD por lá), Kamen Rider será apresentado com legendas em inglês e qualidade em Full HD.

Comentário: Bem estranha essa “prévia”, né? Brincadeiras à parte, o pesquisador americano August Ragone (autor da biografia sobre Eiji Tsuburaya), que é ligado à Shout!, disse que haverá um anúncio oficial pela distribuidora ainda nesta segunda (16). Como ele mesmo disse no Twitter, “Isso acalmará qualquer boato ou desinformação projetada pela Shocker“.


Filmes de verão

Durante a exibição do bloco Super Hero Time neste domingo (8) pela TV Asahi, foram anunciados os filmes de verão de Kamen Rider Zero-One e Kiramager. Se nada mudar, a data de estreia nos cinemas japoneses é 23 de julho, véspera das Olimpíadas em Tóquio. Pela primeira vez, desde 2003, os filmes serão lançados em plena quinta-feira. Assista ao teaser:


Memória

Power Rangers na Galáxia Perdida (Power Rangers Lost Galaxy, 1999) estreava no Brasil em 18 de março de 2000, pelo extinto canal pago Fox Kids.

Exibida inicialmente aos sábados, das 19h30 às 20h, a sétima temporada dos heróis multicoloridos foi uma adaptação de Seijuu Sentai Gingaman (de 1998). Também foi a primeira da era pós-Zordon, onde cinco dos tripulantes da colônia espacial Terra Venture foram escolhidos pelos Sabres Quasar, para lutar contra Scorpius e seus lacaios.

Comentário: Tenho Galáxia Perdida como uma das minhas temporadas favoritas de Power Rangers. Depois de produzir episódios mais sérios em Power Rangers no Espaço, a Saban aproveitou a onda e se desprendeu da temática de Gingaman (que tinham heróis com poderes místicos e que defendiam a Floresta Ginga contra os Piratas Espaciais Balban). A saga do Defensor Magna, a morte de Kendrix (a primeira Ranger Rosa da temporada) por uma Psycho Ranger e a consequente volta de Karone (outrora Astronema) foram os momentos mais importantes de Galáxia Perdida. Vale a pena revisitar a temporada na Netflix.


Psycho Ranger

Curitiba vai receber uma atração inédita no Brasil. Patrick David (48), o Psycho Ranger Vermelho de Power Rangers no Espaço e Power Rangers na Galáxia Perdida, estará no Shinobi Spirit. O evento acontecerá de 15 a 17 de março. Mais informações no site oficial.

Comentário: Em outubro de 2019, o canal Mega Power Brasil entrevistou o ator. Confira o bate-papo aqui.


Cantora de Jaspion

A cantora MIC interpretou a releitura de “Ore ga Seigi da! Juspion“, com uma roupagem em R&B, exclusivamente para a divulgação do mangá nacional O Regresso de Jaspion. Ela contou sobre a experiência de interpretar a canção do herói japonês mais famoso no Brasil na recente edição do canal TokuDoc. Assista no vídeo acima.

Comentário: Não conheço o trabalho de MIC (que é relativamente recente, inclusive), mas tive uma boa impressão por sua simpatia. Sobre a nova versão, ela meio que dividiu opiniões no início. Não ficou ruim e às vezes é bom dar uma diferenciada e sem perder a qualidade, é claro. Em breve, MIC fará um dueto com nosso amigo Ricardo Cruz para interpretar uma canção inédita dedicada ao Tarzan Galático. No aguardo.


Longe da mídia

Segundo o portal Livedoor, o ator Eiji Takigawa (40), o Riki/Dogga de Kamen Rider Kiva, se retirou do meio artístico. Ele se envolveu em um acidente em 2017, durante as gravações do live action baseado no mangá/animê Yowamushi Pedal. Em razão disso, Takigawa sofreu lesão na medula espinhal.


Presented by ZAIA!

A Premium Bandai anunciou o DX SlashRiser, o cinto de transformação de Kamen Rider Jin, vilão da série Kamen Rider Zero-One. O SlashRiser virá com a chave progressiva Burning Falcon, que é compatível com outros dispositivos de transformação do Zero-One.

O lançamento do novo DX fica para junho e vai custar 6,050 ienes. Veja as imagens:


Réplica

Max Spark, o bracelete de transformação de Ultraman Max, será lançado pela Premium Bandai em setembro. Ultra Rpelica Max Spark vai custar 7,800 ienes. Veja as imagens:


Rei das figures

A fabricante norte-americana NECA lançará duas figures de Godzilla em junho. Uma da versão de 1989, do filme Godzilla vs. Biollante e outra da versão de 2003, de Godzilla: Tokyo S.O.S.. Cada item vai custar US$ 24,99. Veja as imagens nas galerias:


Adeus, Madocks!

A agência Haikyo divulgou recentemente a morte do ator Kazuhiko Kishino. Ele morreu aos 86 anos no último dia 22 de fevereiro, vítima de insuficiência cardíaca. Além de contribuir para as dublagens originais de animês, principalmente da franquia Gundam, Kishino emprestou sua voz para vários monstros de séries Super Sentai, de Kamen Rider Black e Black RX, além de outras séries tokusatsu. Só para destacar, ele foi a voz original de Madocks, o supercomputador de Winspector.


Top 10

Os melhores episódios de Jaspion

Jaspion (à dir.) medindo forças contra MacGaren | Divulgação/Toei

De longe, O Fantástico Jaspion é o maior símbolo do tokusatsu no Brasil de todos os tempos. A série, que completa 35 anos neste domingo (15), foi um dos grandes sucessos que marcaram a história da extinta Rede Manchete entre o final da década de 1980 e o começo dos anos 1990. E em breve teremos uma aventura inédita do nosso Tarzan Galático em O Regresso de Jaspion, o mangá nacional – e oficial – que será publicado ainda este ano pela Editora JBC.

Enquanto isso não acontece, você confere no Top 10 da Coluna do Daileon os melhores episódios de Jaspion, na incansável jornada contra Satan Goss e seu Império dos Monstros. Cosmic Laser!

 

10) Episódio 26 – O Contra-Ataque de Daileon

Gasami 1 traz o monstro gigante Bogan (Bogar) para exterminar Daileon e vingar a morte de Gasami 2, seu irmão que morreu nas mãos de Jaspion no episódio anterior. O Gigante Guerreiro Daileon enfrenta Bogar, que absorve sua energia. Jaspion corre incansavelmente contra o tempo para consertar o robô gigante. A família Nambara é capturada por MacGaren e seus capangas. Para salvá-la, Jaspion enfrenta sozinho o gigante Bogan. Prestes a ter sua energia esgotada, nosso herói chama por Daileon, que milagrosamente (entenda: deus ex-machina) recupera suas forças e parte para ajudá-lo. Daileon enfrenta Bogan e o destrói ao libertar o raio cósmico. O ponto alto que marcou o episódio foi o duelo de Jaspion contra o Gasami mais velho ao som de “Ginga no Tarzan“, tema interpretado pela lenda viva Akira Kushida.

 

9) Episódio 32 – A Conspiração do Robô

Kilza convoca o engenheiro espacial Tipp (Chip), do planeta El, para vender robôs em Tóquio. Com aparência de ajudantes nos afazeres domésticos, eles são nada menos que fabricantes de bombas de cobalto, a fim de destruir os lares em massa. Jaspion e Boomerman (Boomerang) descobrem o plano diabólico e enfrentam Tipp. Apesar de ser um episódio isolado, foi importante por mostrar o ultimo duelo de Boomerman contra MacGaren. Mesmo tendo treinado bastante (e até sangrar) para vingar a morte de seu irmão, o agente secreto quase foi morto pelo filho de Satan Goss e teve que ser salvo por Jaspion. Boomerman parte em sua missão como delegado internacional e decide lutar para impedir que pessoas entreguem suas almas ao demônio da Via Láctea. Como compensação pela breve atuação em Jaspion (por causa da retirada de pinos, em decorrência de seu acidente de moto), o astro Hiroshi Watari foi escolhido por Susumu Yoshikawa, produtor da Toei Company, para estrelar Spielvan, a série Metal Hero que sucedeu Jaspion em 7 de abril de 1986.

 

8) Episódio 20 – A Última Chance

Esse foi o primeiro episódio da série que não foi roteirizado pelo saudoso Shozo Uehara e foi assinado por Haruya Yamazaki. MacGaren contrata Guila (Guirarist), o assassino espacial que veio num caixão voador (Hein???) para executar Jaspion. Sem ódio, Guila estuda todos os ataques, veículos e técnicas do Tarzan Galático. No momento em que o Prof. Nambara é encontrado, Jaspion enfrenta os capangas de MacGaren e logo se depara com uma cruz, que carrega a mensagem “30 de agosto de 1985 – Jaspion descansa aqui“*. Guila enfrenta Jaspion, que está com suas forças praticamente esgotadas. Porém, surge o monstro gigante Hakaban (Hakaburn) em cena. Furioso com MacGaren por querer uma luta de honra contra Jaspion, Guila morre na explosão da caverna. O vilão foi claramente inspirado no anti-herói Django, do filme faroeste espaguete estrelado por Franco Nero, em 1966. É que os dois personagens carregavam um caixão com ajuda de correntes. E talvez Guila tenha sido inspirado na máxima de Sun Tsu, em seu livro A Arte da Guerra, que diz “Conheça o seu inimigo como a si mesmo e não precisa temer o resultado de cem batalhas“.

*NOTAS: 1) A data inscrita no caixão é a mesma da exibição deste episódio de Jaspion no Japão. Curiosamente, foi exibido um dia depois do final de Bicrossers e um dia antes do episódio 31 de Changeman;

2) Além disso, a premissa do episódio foi reaproveitada no episodio 28, onde o androide Aigaman analisa os ataques de Jaspion. Porém, seguiu um roteiro próprio por Uehara.

 

7) Episódio 18 – O Inimigo Mortal

Ao ver uma foto de seus falecidos pais no para-brisa de seu carro, Jaspion cai numa arapuca preparada por Zampa (É uma cilada, Bino!). Nosso herói é salvo pelo Pássaro Dourado e logo depois descobre que o Quadridemo foi  responsável pela morte de seus pais, que também estavam em busca pela criatura divina. Edin afirma que Jaspion foi escolhido por Deus para encontrar o animal sagrado para derrotar Satan Goss. Jaspion trava um duelo mortal contra Zampa, que revela sua verdadeira forma. Nesse episódio não vemos o Daileon em ação. Em compensação, tivemos uma BGM de Shaider e uma referência ao filme O Exterminador do Futuro (de 1984). Ah, na cena onde Jaspion estava acorrentado ao pescoço e arremessado por Zampa, o herói teve como dublê… um boneco. :P

 

6) Episódio 23 – O Monstro do Século

Yada, um domador circense, treina com o monstro gigante Sion (Shishion). O rugido da criatura chama atenção de Jaspion e também de MacGaren. Yada é alertado por Jaspion sobre uma possível intervenção de Satan Goss e sua capacidade de enfurecer os monstros. Porém ele recebe um convite de um produtor de TV para mostrar o show de Sion em rede nacional. Não deu outra e o monstro foi controlado pelo demônio e consequentemente destruído pelo golpe fatal de Daileon. Com participação especial de Masanaru Nihei, o Ide de Ultraman, esse certamente foi um episódio (também assinado por Haruya Yamazaki) com o final mais triste de toda a série. Curiosamente, uma cena do flashback que mostra o filhote Sion foi exibida brevemente no penúltimo capítulo da novela das nove Avenida Brasil (de 2012). Pra ser mais exato: foi no momento em que o vilão Santiago (interpretado por Juca de Oliveira), estava assistindo TV.

 

5) Episódio 41 – O Atirador da Justiça

Esse foi o quarto e último episódio assinado por Haruya Yamazaki. Kilmaza (Gilmaza), a irmã de Kilza, descobre que John Tiger (Joe Tiger), um antigo matador profissional, está na Terra. Ele foi um amigo de infância de Jaspion e agora vive como dono de uma creche. Através de sua magia, Kilmaza convence Joe a lutar mais uma vez. Aceitando o desafio dele, Jaspion enfrenta-o e também os três (dos cinco) Ninjas Espaciais de Kilmaza que ainda estão vivos (ao som de “Nefuu Yarou Juspion!” e “Ryusei no Senshi“, ambos cantados pelo saudoso Ai Takano). No entanto, Jaspion percebe que há uma bomba no campo de batalha. Apesar de Joe Tiger não ser um personagem tão popular entre os fãs brasileiros, seu retorno está confirmado para o mangá O Regresso de Jaspion. Só nos resta agora saber se como inimigo ou aliado.

 

4) Episódio 29 – A Morte de MacGaren

Satie (Sachi) é sequestrada por MacGaren, que a escolhe para ser uma de suas rainhas. Enquanto isso, o monstro gigante Gasla espalha um gás destruidor contra a cidade. Mas isso é uma distração para desviar a atenção de Jaspion sobre uma bomba-relógio, que está prestes a espalhar um gás venenoso contra Tóquio. Ao saber da investida diabólica do filho do capeta, Satie consegue avisar Jaspion, que parte rapidamente no local e impede a catástrofe. MacGaren percebe a “traição” de Satie e a usa como isca para atrair Jaspion. Ao som do tema de abertura cantado pelo saudoso Ai Takano, Jaspion corta o braço de MacGaren* e o derrota com o golpe fatal Cosmic Laser (Cosmic Harley). O final do episódio marca o início de uma nova fase na serie com a chegada da bruxa galática Kilza (Gilza), que ressuscita MacGaren com sua magia negra. Neste momento, vemos Satan Goss falar pela primeira vez: “MacGaren será o meu herdeiro“.

NOTAS: 1) É possível ver um erro de gravação na hora em que o braço de MacGaren é cortado. Outros braços aparecem no rodapé jogando o membro. :P;

2) Curiosamente, a mesma BGM utilizada após a explosão de MacGaren é tocada no episódio 34 de Jiban, após a melancólica morte do policial de aço ao entardecer.

 

3) Episódio 36 – O Milagre das Novas Vidas

No episódio anterior, Jaspion encontra um fragmento da Bíblia Galática. Edin decifra a mensagem que diz que um guerreiro desceria do céu e que pegaria o Pássaro Dourado para derrotar Satan Goss. Esse guerreiro é Jaspion, mas ele precisaria da ajuda das cinco crianças apontadas pela luz. Uma delas é Kanoko, a filha do Professor Nambara. MacGaren e Kilza procuram pela segunda criança, pensando que ela pudesse ter algum poder psíquico. Ao perceber o perigo com a aproximação da tropa de MacGaren, Kumiko foge com sua mãe, que está grávida, e é raptada pelos bandidos. Ao resgatar Kumiko e as outras crianças do bairro, Jaspion enfrenta MacGaren sem a armadura Metaltex (Metal Tech Suit). Ao vê-lo torturado pelo filho de Satan Goss, Kumiko manifesta inconscientemente seu poder mental. Assim, Jaspion salva as crianças e enfrenta o monstro Jimushi e derrota-o em seguida com a ajuda de Daileon. Quando tudo parecia ter acabado bem, Kilza havia preparado uma emboscada contra Jaspion, usando a mãe de Kumiko como refém. De um salto do hospital para a Pedreira da Toei, Jaspion enfrenta a bruxa pela última vez, mandando-a diretamente para o inferno com o golpe Cosmic Laser. Assim encerrava a história de uma das vilãs, ou senão, a vilã mais diabólica do tokusatsu.

 

2) Episódio 46 (final) – A União dos Povos da Via Láctea

No último episódio, Jaspion procurar pelo bebê da profecia, que também foi irradiado pelo Pássado Dourado. Edin resolve enfrentar o Poderoso Satan Goss, para salvar as vidas humanas. Usando toda sua energia vital, o grande profeta se sacrifica. As cinco crianças apontadas pela luz juntam as mãos para invocar o Pássaro Dourado, que logo se torna numa Espada Dourada para Daileon. Durante a luta, um ovo dourado que estava soterrado surge diante de Jaspion. O tal bebê envolvido pela luz está lá e o seu choro é capaz de deter os movimentos do Poderoso Satan Goss. Aproveitando a oportunidade, o robô gigante desfere o Daileon Cosmic Laser (Daileon Cosmic Harley). O Poderoso Satan Goss, além de Kilmaza e o soldados rasos do Império, são destruídos ao som de “Nefuu Yarou Juspion!“. As cidades atacadas anteriormente voltam ao normal. Jaspion batiza o bebê com o nome Tarzan e volta para o Planeta Edin. Uma pergunta que ficou no ar: Por que Jaspion quebrou a promessa de levar Rod e Satie para o planeta natal deles, depois da batalha final contra Satan Goss?

NOTA: Aqui também é possível ver umas mãozinhas jogando o braço decepado de Satan Goss. Que coisa, não?

 

1) Episódio 45 – Sou o Filho de Satan Goss!

Pois é, não tem como deixá-lo de fora da lista. O penúltimo episódio de Jaspion (sem dúvida, um dos melhores escritos por Shozo Uehara) merece o primeiro lugar deste ranking. Não apenas por ser o mais memorável na mente do público que esperou cerca de três anos para assistir a reta final, mas também por ser o mais emocionante. Após o ataque devastador do Poderoso Satan Goss contra o Japão, ele treina seu filho MacGaren para a batalha decisiva. Enquanto o país se transforma numa selva criada pelo Império dos Monstros, Jaspion salva Mika, a quinta e última criança irradiada pela luz do Pássaro Dourado. MacGaren aparece para tentar impedir o nosso herói, mas Anri aparece e leva a garota para um local seguro. A batalha que durou seis longos minutos foi um misto de cenas inéditas (com armaduras close dos rivais) e algumas cenas reaproveitadas do episódio 29. MacGaren perde a luta de forma melancólica, chegando ainda a se transformar em Satan Goss após se ferir com a Cosmic Laser. E é impossível não se compadecer com o sofrimento do Poderoso Satan Goss e seu choro fantasmagórico. É de levantar os cabelos do braço, fala a verdade.

Confira nossa matéria especial sobre Jaspion na J-Pedia, a enciclopédia sobre cultura pop japonesa do site JBox.

Publicidade
close