Imagem: Dohalim il Qaras, de Tales of Arise.

Tales of Arise: Bug impede continuar após luta com Balseph

Bandai Namco trabalha em maneira de resolver o problema, restrito aos consoles da família PlayStation.

A Bandai Namco informou que um bug em Tales of Arise impede jogadores de seguir após luta com Balseph nos PlayStation 4 e PS5. A empresa também já assegurou estar trabalhando em uma atualização corrigindo o erro, e soluções provisórias foram postadas no site oficial.

O bug consiste no fato da instalação do jogo parar por completo, mas os jogadores conseguirem rodar o jogo antes do processo ser finalizado. Muitos têm reclamado de não conseguir avançar após a luta com o primeiro chefão, entrando numa tela infinita de loading.

São duas formas de resolver o problema, no momento: a primeira envolve deletar o jogo do seu console e reinstalá-lo e apenas abrí-lo após a instalação completa. Uma outra forma seria recomeçar o jogo. A Bandai recomenda esperar o jogo ser instalado por completo para prevenir o bug.

O jogo saiu em 10 de setembro para PC, PS4, PS5, Xbox Series e Xbox One – ele estava originalmente marcado para lançar no ano passado, mas acabou adiado. A música-tema é interpretada por Ayaka.

A história se passa na planeta Dahna, onde os habitantes acreditam que Rena, um planeta no céu, é uma terra dos divinos e justos. Mas as histórias contadas de geração a geração apenas mascaram a verdade sobre esse local, que governa cruelmente Dahna há 300 anos, roubando seus recursos e tirando a liberdade de seu povo.

Esse é o 17º jogo da franquia, iniciada em 1995 com Tales of Phantasia para o Super Famicom – não houve lançamento internacional na época, e esse jogo só ganhou versão em inglês em 2006, numa edição para Game Boy Advance.

Antes desse, veio Tales of Berseria (2016), uma prequel de Tales of Zestiria (2015). Zestiria inclusive ganhou uma adaptação em animê e foi anunciado para a Funimation México – presumia-se que chegaria aqui também pois foi informado que os catálogos seriam igual, mas o título não consta no catálogo nacional, embora tenha chegado por lá, indicando uma questão de licenciamento.


Fonte: Siliconera

Publicidade
close