Imagem: Yuji Ohno e Lupin CG.

Lupin III: Trilha sonora composta por Yuji Ohno chega às plataformas digitais

75 trabalhos do pianista, com cerca de 1.200 músicas, já podem ser escutadas por streaming.

O jazz característico do pianista Yuji Ohno (80) enfim ganha as plataformas de música pelo mundo. Cerca de 1.200 canções do compositor, que incluem boa parte das trilhas do clássico Lupin III em seus 75 álbuns, já são distribuídas por streaming e download desde a última semana.

A iniciativa é parte das comemorações ao 50º aniversário do mangá de Monkey Punch. Recentemente, estreou na TV japonesa a série animada Lupin III: Parte 6 – e a trilha dessa, composta por Ohno, também será disponibilizada. Por enquanto, apenas a primeira faixa do disco, “THEME FROM LUPIN Ⅲ 2021”, está no ar.

Imagem: Capa do disco de Lupin III Parte 6, mostra o personagem lupin apontando a arma em um fundo vermelho
Capa do disco de ‘Lupin III Parte 6’ | ©Monkey Punch/TMS・NTV

O CD físico, com 27 faixas, já é vendido pela CD Japan e os interessados podem adquirir pelo site.

Navegando pela discografia de Yuji, o ouvinte terá como cardápio todas as trilhas a partir de Lupin III Part 2, incluindo também a de filmes como O Castelo de Cagliostro (dirigido por Hayao Miyazaki) e o recente Lupin III – O Primeiro.

Clique aqui para acessar a lista de plataformas digitais do artista.


Fonte: Release de imprensa


Criado em 1967 pelo artista Monkey PunchLupin III nasceu como história em quadrinhos na revista japonesa Weekly Manga Action, chegando ao fim em 1969, rendendo 14 volumes. Na história, Lupin é o maior ladrão do mundo, sendo neto do lendário Arsène Lupin. Anunciando seus crimes com um singelo cartão de visitas, ele é acompanhado pelo exímio pistoleiro Jigen, o espadachim Goemon e a astuta e sedutora Fujiko.

Depois de alguns projetos cancelados, ganhou a primeira série animada em 1971, com 23 episódios animados pelo estúdio TMS Entertainment. Em 1977, uma nova série iria mais longe, alcançando a marca de 155 episódios.

O personagem tornou-se um marco na indústria do animê, trazendo temáticas adultas em um cenário que era dominado por robôs gigantes para crianças na TV.

Entre várias sequências e filmes, chegou a ser tocado pelas mãos de Hayao Miyazaki, antes do renomado diretor brilhar com seu Studio Ghibli. Isso aconteceu em O Castelo de Cagliostro (1979), ponto importante na carreira do cineasta e também na de Lupin.

No Brasil, o animê original chegou a ser exibido dublado pelo extinto canal Locomotion, sob o título de Cliffhanger. No fim dos anos 1980, o filme O Ouro da Babilônia (1985) foi lançado em VHS pela WR Films. Os filmes O Castelo de Cagliostro e O Segredo de Mamo (1978) foram lançados em DVD pela Focus Filmes, distribuídos posteriormente em plataformas on demand.

É possível encontrar também em plataformas de aluguel digital e pelo HBO Max o longa Lupin III vs Detetive Conan: O Filme (2013), que uniu o ladrão com a série Detective Conan. A animação em computação gráfica Lupin III: O Primeiro também está disponível em plataformas de aluguel. No iTunes, é possível comprar os filmes A Tumba de Jigen e Goemon, Rastros de Sangue.

Por fim, duas temporadas mais recentes, continuações do animê clássico exibido no Locomotion, Lupin III: Part 4 (2015) e Lupin III: Part 5 (2018), foram exibidas com legendas em português pela Crunchyroll e Amazon Prime Video.

Publicidade
close