imagem: mão segura fita de O Incrível Robby sobre ilustração do personagem

JBoxTBT | O obscuro lançamento em VHS de ‘Cybot Robotchi’, ou melhor, ‘O Incrível Robby’

Série do mesmo estúdio de ‘Pirata do Espaço’ chegou por aqui em uma versão adulterada no formato de filme.

O número de lançamentos de animês em vídeo no Brasil que quase ninguém ouviu falar às vezes assusta. Sem muito jeito pra enfrentar gigantes como a Disney, as distribuidoras se viravam para garantir uma fatia do mercado com desenhos de diferentes países e produtoras menores, calhando por pescar uma produção japonesa meio que “sem querer”.

Esse é o caso de O Incrível Robby, que de tão descaracterizado que chegou por aqui, nem dava pra saber direito que se tratava de um animê. A fita trazida pelo selo Mundo Mágico era na verdade uma edição americana bem cafajeste, que condensava em um filme diversos episódios da série.

imagem: capa da fita de vídeo de O Incrível Robby
Capa do VHS de O Incrível Robby. | Foto: JBox/Rafael Brito

Vamos partir da origem. Chamado no Japão de Cybot Robotchi, essa animação foi uma série de 39 episódios, exibidos na TV japonesa entre 1982 e 1983. Produção original do estúdio Knack (o mesmo de Pirata do Espaço), tocado pela equipe da Dynamic Pro (time de Go Nagai, criador do Mazinger Z e do Devilman), a história tinha gritantes semelhanças com Dr. Slump — o primeiro grande sucesso de Akira Toriyama, criador do Dragon Ball.

Nela, temos uma vila do campo onde humanos e robôs convivem juntos. É nesse ambiente que mora um cientista inventor chamado de Dr. Art Deko, que criou o tal robôzinho Robby (Robotchi, no Japão). Pelos episódios, acompanhamos basicamente o cotidiano de desventuras do menino de lata contra vilões caricatos que querem se apossar das invenções de seu criador, além da presença de uma bela policial pela qual o Dr. Deko é apaixonado.

imagem: personagens de Cybot Robotchi
Os personagens de Cybot Robotchi. | Imagem: Reprodução/Knack Productions

Em 1985, o título foi editado nos EUA por um moço chamado Jim Terry, o mesmo responsável por juntar vários animês de robô em uma única série chamada de Force Five (que também teve fitinha aqui no Brasil). Sob um selo chamado de Kidpix Productions, ele fez uma costura para transformar alguns episódios no filme Robby The Rascal, alterando diálogos e também a trilha sonora. Ele fez a mesma coisa com outros animês, como o clássico Time Bokan, que virou Timefighters.

Em meados dos anos 1990, a distribuidora Mundo Mágico comprou um pacote de animações japonesas editadas nesse esquema, dentre eles o Robby The Rascal, que por aqui virou O Incrível Robby (provavelmente uma “referência” ao filme Short Circuit: O Incrível Robô, de 1986). A dublagem ficou a cargo do estúdio Mastersound, de São Paulo, trazendo Sergio Rufino (o dublador do Doug no desenho homônimo) como a voz do robozinho. Dentro das possibilidades, foi um trabalho até que razoável.

Em algum momento dos anos 2000, a fita foi replicada em um DVD (com um rip safado) pela mais obscura ainda Kives. Na capa, havia o subtítulo “sessãodatardenesco” de “Um robozinho muito louco!”. 

E você? Se deparou com esse animê na época? Descobriu só agora? Deixe um comentário ;)


No Instagram

Pela hashtag #JBoxTBT, publicamos lembranças como essa semanalmente em nosso Instagram. Acompanhe por lá pelo @jboxbr!

Publicidade
close