Imagem: Personagem observando fotografia da família de 'Japão Submerso' frente ao mar.

‘Japão Submerso’ ganha prêmio no festival de Annecy

1º episódio de animê dirigido por Masaaki Yuasa levou prêmio do júri para séries de TV.

O primeiro episódio da série 2020 – Japão Submerso (ou Japan Sinks: 2020), “O Início do Fim“, ganhou o prêmio do júri para séries de TV no Festival de Cinema de Animação de Annecy. A série estreou na Netflix em julho do ano passado.

O animê é inspirado no livro Nihon Chinbotsu (Japão Submerso), publicado em 1973 por Sakyo Komatsu, ambientado durante os anos 1970, mas a adaptação coloca a série durante o ano de 2020 (supostamente após as Olimpíadas de Tóquio, agendadas no momento para julho de 2021). Na trama, uma série de terremotos assola o Japão, atingindo também ilhas próximas e levando a erupções vulcânicas e outros desastres naturais. Acompanhamos Muto, Ayumi e Takeshi, três irmãos tentando sobreviver em meio a tanta tragédia.

A adaptação teve direção de Masaaki Yuasa, diretor de Devilman Crybaby e Eizouken, e foi produzida pelo estúdio Science SARU, também responsável pelas duas séries citadas anteriormente. Toshio Yoshitaka, cujo portfólio conta com episódios do longevo Sazae-san e Dragon Ball Super, adaptou o roteiro. Leia a crítica do nosso colaborador Juan Duarte, que mergulhou nesse universe metafórico, aqui.

O Japão se localiza num local bastante propenso a terremotos, uma zona de junção de três placas tectônicas. Devido à grande frequência e magnitude de terremotos por lá, histórias sobre esse tipo de desastre natural permeiam o imaginário popular dos japoneses.

No final do passado, um filme compilatório da animação foi anunciado.

O festival de Annecy é um famoso festival anual da França, dedicado exclusivamente a animações. Em condições normais, as séries concorrentes são exibidas em cinemas da cidade, Annecy, e também ao ar livre durante a noite no Pâquier. A organização é da Associação Internacional de Filmes de Animação.


Fonte: ANN

Publicidade
close