Imagem: Ultraseven em comic da Marvel.

The Mystery of Ultraseven: Nova HQ da Marvel será publicada em 2022

Terceira série de quadrinhos da mitologia de Ultraman foi divulgada nesta semana.

A Marvel Comics anunciou nesta semana a terceira HQ dedicada à mitologia de Ultraman. The Mystery of Ultraseven deverá ser publicada, nos EUA, no começo de 2022, ano em que a série Ultra Seven completa 55 anos. A nova série em quadrinhos será uma continuação de The Rise of UltramanThe Trials of Ultraman, que tiveram cinco volumes cada.

Imagem: Ultraseven em quadro promocional.
Imagem promocional de The Mystery of Ultraseven | Foto: Divulgação/Marvel/Tsuburaya

De acordo com os roteiristas Kyle Higgins e Matt Groom, a nova série servirá para preencher lacunas sobre o paradeiro de Dan Moroboshi e Ultraseven, desde seu desaparecimento na década de 1960 até mistérios em torno dos kaijus e da USP (United Science Patrol), a equipe anti-monstros das séries em quadrinhos. Nas HQs da Marvel, Dan Moroboshi e Ultraseven foram os primeiros membros da USP a investigar incidentes relacionados aos kaijus.

The Mystery of Ultraseven também se conectará com os personagens da série Ultra Q – a série Ultra que antecedeu Ultraman em 1966 – que apareceram no primeiro volume de The Rise of Ultraman.


Fonte: Ultraman Connection via Tokusatsu Network


Foto: Divulgação/Tsuburaya

Após o sucesso de Ultra Q e Ultraman (ambos de 1966), a Tsuburaya produziu Ultra Seven. A série estreou no extinto bloco Takeda Hour, da emissora japonesa TBS, na noite de 1º de outubro de 1967, substituindo Captain Ultra (da Toei Company). Oriundo da Nebulosa M-78, Seven assume uma identidade humana como Dan Moroboshi, que se torna um agente do Esquadrão Ultra. Como gigante vermelho, ele luta contra monstros e alienígenas que querem dominar a Terra.

Ultra Seven teve 49 episódios de formato omnibus (com histórias fechadas e independentes entre si). Desde outubro de 1970, o episódio 12 foi banido da cronologia por causa do Alien Spell, que tinha manchas que lembram queimaduras nucleares. A polêmica foi causada durante a reprise da série na época, quando a criatura foi erroneamente classificada pela revista educativa Shogaku Ninensei, da editora Shogakukan, como um “Hibaku Seijin” (alienígena vítima da bomba nuclear). Porém, o mesmo foi exibido sem problemas no Brasil e também nos EUA (pela TNT americana).

Cult da ficção científica e da cultura pop em geral, Ultra Seven teve uma média de 26,5% de audiência em sua exibição original. O herói ainda participou da série Ultra Fight (1970), que mostrava lutas entre kaijus em 130 episódios de cinco minutos duração. Apareceu em alguns episódios de O Regresso de Ultraman (1971), Ultraman Ace (1972), Ultraman Taro (1973) e até finalmente se tornar um personagem fixo em Ultraman Leo (1974), sendo um mentor para o jovem herói e sem poderes. Além de outras aparições, a série original ainda rendeu uma série direto-para-vídeo chamada Heisei Ultra Seven (1994~2002) e a minissérie Ultraseven X (de 2007).

Sua estreia na TV brasileira aconteceu em 28 de agosto de 1971 pela Bandeirantes (atual Band) e foi visto pela última vez por aqui em meados de 1986, quando era exibido pela Record. O dublador oficial de Seven no Brasil é Celso Vasconcelos, que reprisou o papel nas versões brasileiras dos filmes Ultraman Mebius & Ultraman Brothers – Yapool Ataca! (de 2006), Superior Ultraman 8 Brothers – A Grande Batalha Decisiva (de 2008), Ultraman: O Filme – Mega Batalha na Galáxia Ultra (de 2009) e Ultraman Zero: A Vingança de Belial (de 2010).

Publicidade
close