Imagem: Pôster de Edens Zero com Shiki e os ouyros personagens.

Edens Zero: Animê anuncia continuação da trama

Não foi informado o formato da sequência nem outros detalhes.

Após o último episódio de Edens Zero ser exibido no Japão, o perfil oficial do animê fez a seguinte postagem, em tradução livre:

“Agradecemos a todos que assistiram ao último episódio do animê de #EDENSZERO para TV. As aventuras da turma de Shiki ainda têm muito pela frente. Agradecemos pelo apoio de todos até agora e daqui em diante. Hoje daremos uma notícia importante de #EdensZero.”

A frase acima deixa claro que o animê não acabou, mas não dá informações sobre como seria a continuação. Ainda não se sabe como ficará a produção, em decorrência da morte do diretor Yuji Suzuki em setembro – essa era a notícia importante mencionada no tweet.

A animação, anunciada no ano passado, é produzida pelo estúdio J.C. Staff. Edens Zero está em exibição na Netflix, com dublagem.

O mangá é publicado no Brasil pela editora JBC, que além dos volumes físicos, também publica os capítulos semanais digitalmente.

Onde assistir:


Fonte: Edens Zero


Nota: O JBox participa de parcerias comerciais com Amazon e JustWatch, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site mas produzidos por terceiros.


Criado por Hiro Mashima (autor de Fairy Tail e Rave Master), Edens Zero começou a ser publicado em 2018 na Shonen Magazine (Kodansha), com 17 volumes compilados até o momento.

A história acompanha uma exploração espacial a bordo da nave Edens, quando um rapaz chamado Shiki se encontra com uma espécie de “youtuber” chamada Rebecca, que estava a passeio por sua cidade (junto ao gato robô Happy) gravando vídeos. O grupo se torna amigo e passa a navegar pelo universo em busca de uma deusa lendária.

Edens Zero é publicado simultaneamente no Brasil em capítulos digitais, com tradução pela JBC. A editora também publica os volumes encadernados, tanto em formato impresso quanto digital (mas esses saem em velocidade menor em relação aos japoneses).

Com produção do J.C.Staff, a adaptação animada estreou no Japão em abril de 2021. O animê está disponível na Netflix.

Publicidade
close