Imagem: O Kamen Rider de 'Zero-One', com roupa preta e amarela.

Kamen Rider: Mais 6 séries da franquia aparecem no catálogo do site oficial da Sato Company

Dentre os títulos, cinco são da era Heisei e um é da atual era Reiwa.

Depois da adição de Kamen Rider Kuuga (2000), Kamen Rider Agito (2001), Kamen Rider Ryuki (2002) e Kamen Rider Build (2017) no site oficial da Sato Company, a distribuidora atualizou nesta sexta (3) seu catálogo com mais 6 séries Kamen Rider – cinco da era Heisei e um da era Reiwa -, que estreiam no Brasil em um futuro próximo.

Os títulos são: Kamen Rider 555 (Faiz, 2003), Kamen Rider Blade (2004), Kamen Rider Hibiki (2005), Kamen Rider Kabuto (2006), Kamen Rider Den-O (2007) e Kamen Rider Zero-One (2019).

 

Imagem: Todos os Kamen Rider citados no site.
Foto: Reprodução/Sato Company
Imagem: Todos os Kamen Rider citados no site.
Foto: Reprodução/Sato Company

Dentre os títulos adicionados hoje, apenas Kamen Rider Zero-One é apontado com qualidade em HD — as demais foram lançadas em Blu-ray em alta definição no Japão. Em tempo, Kuuga e Build também serão exibidos por aqui em HD.

Ainda não há informações sobre data de lançamento e onde serão exibidos.


Nuvem de gafanhotos

Numa live transmitida em 10 de maio de 2020, Nelson Sato, presidente da distribuidora, havia comentado sobre a possibilidade de adquirir duas séries Kamen Rider. A distribuidora lançou naquele mesmo ano Kamen Rider Black e Kamen Rider Zi-O.

Em novembro de 2021, a Sato Company anunciou a aquisição de mais séries da franquia Kamen Rider a partir de 2022. O filme Kamen Rider Zero-One: REAL x TIME, que dá sequência à série Kamen Rider Zero-One, foi antecipado por “ter sido selecionado pela curadoria do Festival (Mostra de Cinema Japonês 2021) e para divulgar a cultura Japonesa”. No mesmo mês, Kamen Rider Black RX apareceu no site oficial da distribuidora.


Fonte: Sato Company


Kamen Rider 555 (Faiz)

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

A organização Smart Brain atua secretamente no desenvolvimento de armaduras chamadas Rider Gears, que são roubadas por um Orphnoch. Um dia, o jovem Takumi Inui se torna alvo da Smart Brain ao se transformar no Kamen Rider para salvar a vida de sua amiga Mari Sonoda.

Kamen Rider 555 foi exibido nas manhãs de domingo pela TV Asahi, entre 26 de janeiro de 2003 e 18 de janeiro de 2004, totalizando 50 episódios para TV. A partir do dia 28 de setembro de 2003, Kamen Rider 555, junto com Bakuryuu Sentai Abaranger (versão original de Power Rangers Dino Trovão), foi incluído como atração do então estreante bloco Super Hero Time.

O herói-título foi o primeiro dos Heisei Rider a ter um filme de verão nos cinemas japoneses, com Kamen Rider 555: Paradise Lost tendo estreado em 16 de agosto de 2003. Faiz ainda esteve em um game, um Hyper Battle para DVD, e duas novels. Toshiki Inoue foi o roteirista principal da série. Ele é mais conhecido por escrever séries tokusatsu como JetmanChangéríonKamen Rider KivaCutie Honey: The Live, entre outras.

Kento Handa foi o ator que interpretou Takumi Inui, o alter ego de Faiz. Ele reprisou o papel em três filmes da franquia e mais recentemente em 2018, nos episódios 5 e 6 de Kamen Rider Zi-O (atualmente disponível nas plataformas de streaming Prime Video e Pluto TV).

Outros destaques do elenco são o ator Kohei Murakami como Masato Kusaka/Kamen Rider Kaixa e Yuria Haga como Mari Sonoda.


Kamen Rider Blade

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

Kamen Rider Blade foi a 14ª série da franquia e foi exibida nas manhãs de domingo pela TV Asahi, totalizando 49 episódios – exibidos entre 25 de janeiro de 2004 e 23 de janeiro de 2005. Sucedendo Kamen Rider 555 (Faiz) e precedendo Kamen Rider Hibiki. Fora da TV, Blade rendeu um filme para cinema, um especial de vídeo, um side story de 4 capítulos e uma novel.

A história começa dez mil anos antes dos eventos principais, quando aconteceu uma raça maligna chamada de Undead foi derrotada na guerra Battle Royal. Para enfrentar os Undead, que foram libertos de um selo, a organização BOARD (Board Of Archaeological Research Department) envia dois jovens para enfrentá-los. Eles são Kazuma Kenzaki/Kamen Rider Blade e Sakuya Tachibana/Kamen Rider Garren.

Durante o desenrolar da trama, aparece o misterioso Hajime Aikawa/Kamen Rider Chalice, cujo objetivo é desconhecido. Além disso, surge o jovem estudante Mutsuki Kamijo/Kamen Rider Leangle na luta contra os Undead.

O protagonista Kazuma Kenzaki foi interpretado pelo ator Takayuki Tsubaki, que reprisou o mesmo papel nos episódios 29 e 30 de Kamen Rider Zi-O (2018~19) e na minissérie Kamen Sentai Gorider (2017). Também emprestou sua voz para Blade nos filmes Kamen Rider × Kamen Rider W & Decade: Movie War 2010 (2009) e Super Hero Taisen GP: Kamen Rider 3 (2015).

Nos episódios finais de Kamen Rider Decade (2009), Tsubaki viveu como uma misteriosa versão alternativa de Kenzaki, que se transformava diretamente na King Form.

E uma menção honrosa: o veterano Junichi Haruta, o vilão MacGaren em O Fantástico Jaspion, atuou em Kamen Rider Blade como Yoshito Hirose.


Kamen Rider Hibiki

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

Décima quinta série da franquia de Shotaro Ishinomori (1938~1998), Kamen Rider Hibiki foi exibida nas manhãs de domingo pela TV Asahi, totalizando 48 episódios – exibidos entre 30 de janeiro de 2005 e 22 de janeiro de 2006. Sucedendo Kamen Rider Blade e precedendo Kamen Rider Kabuto. Rendeu um filme para cinema, um especial de vídeo, duas novels, um side story de quatro capítulos e um game para o PlayStation 2.

Na trama, os Riders são conhecidos como Oni e formam a organização secreta TAKESHI, que luta contra criaturas chamadas Makamou, capazes de se alimentarem de seres humanos. Hibiki conhece o jovem aprendiz Asamu Adachi, que enfrenta sua própria insegurança para aprimorar suas técnicas para enfrentar os Makamou.

Kamen Rider Hibiki foi a série da franquia que mais sofreu mudanças de staff. A série tinha Shigenori Takatera como produtor e foi substituído por Shinichiro Shirakura. A dupla de roteiristas Tsuyoshi Kida e Shinji Oishi foi substituída por Toshiki Inoue e Shoji Yonemura. Este último havia trabalhado com Shirakura na série tokusatsu Sh15uya (Shibuya Fifteen, 2005), além de outras séries Kamen Rider. A Toei nunca explicou tais mudanças, mas presume-se que seja por baixa venda de brinquedos.

Hibiki foi interpretado por Shigeki Hosokawa, que tinha 33 anos, idade acima da média para astros principais de Kamen Rider. Hosokawa interpretou Raye Iwamatsu no primeiro filme live action de Death Note (2006).

Em 14 de setembro de 2020, a atriz Sei Ashina, que interpretou Hime na série de TV, foi encontrada morta em sua residência, situada em Shinjuku (leia mais aqui).


Kamen Rider Kabuto

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

Em 1999, um meteorito atingiu o distrito de Shibuya, em Tóquio. Deste meteorito surgiu uma forma de vida alienígena chamada Worm, que passa a ameaçar a humanidade. Sete anos após o ocorrido, o jovem Souji Tendou entra em cena como um Zecter que se torna em Kamen Rider Kabuto. Em sua missão para derrotar os Worms, Tendou encontra outros Riders (ou Zecters) misteriosos, além de descobrir pistas sobre uma possível conspiração em torno da organização ZECT.

Kamen Rider Kabuto foi exibido nas manhãs de domingo pela TV Asahi, entre 29 de janeiro de 2006 e 21 de janeiro de 2007, totalizando 49 episódios para TV, um filme para cinema, além de spin-offs em outras mídias. Esta série celebrou os 35 anos de Kamen Rider e foi exibida na Coreia do Sul, Filipinas, Singapura e Malásia.

Tendou foi interpretado por Hiro Mizushima, que mais tarde estrelou no filme live action Black Buttler – O Mordomo de Preto (2014), baseado no mangá de mesmo nome da autora Yana Toboso e licenciado no Brasil pela Sato Company. Tendou é lembrado até hoje pelos fãs por começar alguma frase com o bordão “Como minha avó já dizia“.


Kamen Rider Den-O

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

Kamen Rider Den-O foi a 17ª série da franquia criada pelo mangaká Shotaro Ishinomori (1938~98) e a oitava da era Heisei. Takeru Satoh, o Kenshin dos filmes live-action de Samurai X, estrelou como Ryotaro Nogami, um jovem “pé frio” que ganha poderes do Kamen Rider numa briga, onde é possuído por um Imagin, espécie de criatura vinda do futuro. Como diferencial, Den-O teve como veículo o trem Den-Liner, uma máquina do tempo construída para missões especiais. Den-O e seus amigos viajavam para o passado a fim de procurar os Imagins que estavam distorcendo a história.

A série também rendeu seis filmes para o cinema: Kamen Rider Den-O: I’m Born! (2007), Kamen Rider Den-O & Kiva: Climax Deka (2008), Saraba Kamen Rider Den-O: Final Countdown (2008), Cho Kamen Rider Den-O & Decade Neo Generations: The Onigashima Warship (2009), Kamen Rider × Kamen Rider × Kamen Rider The Movie: Cho-Den-O Trilogy (2010) e Kamen Rider Den-O: Pretty Den-O Appears! (2020).


Kamen Rider Zero-One

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

A trama é ambientada numa realidade alternativa, onde androides de IA (Inteligência Artificial) chamados Humagears substituem trabalhadores humanos em vários empregos. Com o intuito de destruir a humanidade, o grupo terrorista MetsubouJinrai.net consegue dominar os Humagears. Enquanto isso, o governo japonês cria uma organização anti-IA chamado A.I.M.S. que luta contra os robôs malignos. A A.I.M.S. conta com agentes que são capazes de se transformarem em Kamen Riders.

Aruto Hiden é o alter ego do herói-título. Ele não possui senso de humor, porém pretende se tornar um comediante. Aruto é surpreendido quando o testamento de seu avô o chama de CEO da Hiden Intelligence. Mesmo sem pretensão de assumir tal cargo, Aruto recebe o Zero-One Driver e se converte em Kamen Rider Zero-One quando um Humagear aparece.

Kamen Rider Zero-One foi produzido por Chihiro Inoue (TV Asahi) e Takahito Omori (Toei), que haviam trabalhado em outras séries da franquia. O roteiro é assinado por Yuya Takahashi, o mesmo de Kamen Rider Ex-Aid e do animê Lupin III Part 4Jun Watanabe assume a direção de cenas de ação, substituindo Takeshi Mizaki que trabalhou em 13 séries dos Heisei Riders, incluindo a vigente Kamen Rider Zi-O. Go Sakabe é o compositor da nova série. Sua única atuação na franquia, até então, era em Kamen Rider Ghost.

Exibido nas manhãs de domingo da TV Asahi, entre 1º de setembro de 2019 e 30 de agosto de 2020, Kamen Rider Zero-One foi a 30ª série da franquia de Shotaro Ishinomori, sendo a primeira da era Reiwa. Devido à pandemia da COVID-19, a série teve apenas 45 episódios, além de render dois filmes, episódios especiais e uma série de V-Cinema chamada Zero-One Others.

Destaques do elenco para Fumiya Takahashi como Aruto Hiden/Kamen Rider Zero-One), Ryutaro Okada como Isamu Fuwa/Kamen Rider Vulcan, Hiroe Igeta como Yua Yaiba/Kamen Rider Valkyrie e Noa Tsurushima como Izu.

Publicidade
close