Coluna do Daileon#104 | Power Rangers: Morfagem Feroz apresenta a contraparte de Gavan Type-G

Finalmente um Metal Hero americano convincente!

Saudações inca-venusianas! (Awika!) Gavan Type-G ganha contraparte americana em Power Rangers: Morfagem Feroz. Ultraman Z estreia esta noite e com simulcast no YouTube. Toei registra novo Kamen Rider. Tudo isso e muito mais a partir de agora na Coluna do Daileon. E vamo com tudo! Sextou!


Policial galático

A primeira imagem do Gavan americano | Reprodução/POP

A segunda metade da atual temporada de Power Rangers: Morfagem Feroz está sendo apresentada no Reino Unido. A exibição destes episódios inéditos nos EUA acontece desde o dia 11 pelo canal POP, de segunda à sexta.

Na sexta-feira passada e nesta segunda foram ao ar os episódios 10 e 11, formando um arco duplo que apresentou uma contraparte de Gavan Type-G. Pra quem não sabe, o segundo Gavan apareceu pela primeira vez nos episódios 31 e 32 de Go-Busters (de 2012), a série que deu origem à Morfagem Feroz.

O Gavan americano se chama Capitão Chaku (um trocadilho com Jouchaku, o processo de transformação do Policial do Espaço), um oficial da galáxia G5 que aparece numa missão especial para capturar o criminoso intergalático Ryjack (Rhino Doubler em Go-Busters). Se você (assim como eu) se decepcionou com o Xerife Skyfire, a contraparte boboca de Jiraiya em Power Rangers Super Ninja Steel, vai curtir o Capitão Chaku, pois ele é bem mais consistente, tem história e tem um alter-ego (meio humano, meio máquina). Bem, a versão gringa do Combat Suit não tem o mesmo brilho que o de Gavan Type-G original, mas isso é o de menos.

Exterminador do Espaço? | Reprodução/POP

Gavan Type-G havia aparecido em Go-Busters para promover a estreia de Uchuu Keiji Gavan: The Movie, que celebrou os 30 anos da série original. Seu alter-ego é Geki Jumonji (interpretado por Yuma Ishigaki), então novo membro da Polícia da União Galática. Geki também já esteve no filme Super Hero Taisen Z, no episódio 18 de Kyuranger e na série de filmes Space Squad, onde ele se torna capitão de um batalhão formado por heróis das franquias Metal Hero e Super Sentai.

Uchuu Keiji Gavan (de 1982) foi exibido no Brasil em 1991 pelas emissoras Globo e Gazeta. Atualmente o canal Toei Tokusatsu World Official, via YouTube, está lançando dois episódios por semana, todas as quartas-feiras. Saiba mais aqui.

Voltando a falar sobre Morfagem Feroz, esse arco que apresentou Chaku prepara terreno para o crossover com os heróis de Mighty Morphin Power Rangers, Dino Trovão e Dino Charge (contraparte do filme Kyoryuger vs. Go-Busters: The Great Dinosaur Battle! Farewell, Our Eternal Friends, de 2014). Esse crossover tem destaques para a volta do ator Austin St. John reprisando o papel de Jason, o primeiro Ranger Vermelho, e do vilão Goldar em sua nova forma. O episódio 13, intitulado Grid Connection, foi ao ar nesta quinta (18) no Reino Unido. No dia anterior foi exibido o episódio especial Making Bad, que cronologicamente se passa antes do encontro.

Os novos episódios de Power Rangers: Morfagem Feroz serão lançados na Nickelodeon americana a partir de agosto. Ainda não há data de lançamento no Brasil, mas deve acontecer em algum momento do segundo semestre pelo canal pago Cartoon Network. Por ora, a primeira temporada está disponível na Netflix.

PS: Mais informações sobre os episódios inéditos você confere no canal Mega Power Brasil, do meu camarada Raphael Maiffre, que tá caprichando no conteúdo e lançando vídeos extras nesta semana.


De volta ao normal…

A decisão de reduzir o horário das séries tokusatsu no domingo da Band durou só uma semana. Segundo informa o perfil TokuDoc, a partir do próximo domingo, dia 21 de junho, Changeman e Jiraiya voltam a ser apresentados com dois episódios cada, assim como Jaspion. Leia mais aqui.

Comentário: A impressão que ficou da exibição deste domingo é de improviso. Apenas um break comercial de 4 minutos, aproximadamente, sustentou o espaço de 1h30 destinado às três séries. Por isso, algumas delas começaram antes do previsto e a Band acabou inserindo outro episódio de Jaspion, que nem havia sido anunciado. Nem mesmo a Manchete, com seus problemas, cometeria esse erro. Cada uma delas teria seus 30 minutinhos, com um ou dois breaks cada. Mas felizmente a emissora do Morumbi voltou atrás e os clássicos retornam para os horários que não deveriam ter sido alterados. Moral da história: Não se mexe em time que está ganhando.


Polêmica falsa

No fim de semana passado, houve uma grita na tokunet sobre o futuro fim de contrato de Changeman e Flashman pela Sato Company. Numa live realizada pelos amigos Bone Lopes e Maurício Guarche, no canal Resistência Tokusatsu, Nelson Sato, presidente da distribuidora, falou pela primeira vez a respeito.

A Hasbro comprou a Saban, então é dona de todos os (Super) Sentais. Quando acabar os meus direitos de Flashman e Changeman, essas séries automaticamente serão da Hasbro.

O canal postou esse vídeo sobre o assunto na quinta-feira da semana passada. Até aí, tudo bem. O problema é que, na mesma noite, alguns ursos acordaram da hibernação. Melhor dizendo, só agora, depois de 2 anos, é que saíram algumas “manchetes” sobre a aquisição dos direitos de toda a franquia Super Sentai pela Hasbro. E o mais engraçado (pra não dizer o contrário) é que tentaram associar o fato com a notícia sobre a diminuição de horário das séries japonesas na Band. (E pasme! Teve até página de Facebook que fez recorte do nosso post pra criar uma falsa narrativa e vender como se fosse a “última exibição na Band”.) Sensacionalismo barato!

Vamos por partes. Querendo ou não, essa aquisição da franquia Super Sentai faz parte dos negócios entre a Toei e a Hasbro, caso não saiba. Os valores são altos e a Sato Company não teria como ficar disputando pelos direitos. Ou seja, não tem motivo para os fãs reclamarem, criar teorias conspiratórias e nem apontar “inimigos” e “traidores”. Paciência. Aliás, vamos ser sinceros. Quem acompanha as mudanças desde a aquisição de Power Rangers pela Hasbro não se surpreenderia com a transferência de direitos (quando o contrato com a Sato Company expirar).

Dito isso, não existe essa de “conspiração internacional para acabar com tokusatsu no Brasil”. Gente, isso é bobagem e a grande maioria de nós já passou dos trinta/quarenta anos. Ninguém tem mais idade pra acreditar em qualquer “conto de fadas”. E se a gente parar pra pensar, Changeman e Flashman podem não ser mais rentáveis daqui a alguns anos, assim como Goggle Five e Maskman estão ultrapassados no mercado brasileiro há mais de duas décadas. Com tantas séries à disposição do público, não tem como ficar preso em apenas duas séries do passado (que todo mundo assistiu trocentas vezes e sabe de cor o que acontece). Existe um abismo entre proibir de passar uma série e restringi-la por direitos legais. Menos, galera.

E sobre a redução de horário na Band, isso não tem nada a ver com a Hasbro. Changeman não vai sair do ar agora, a menos que a emissora resolva deixar de exibir. Pode ser que Flashman seja exibido na TV ou não. Enfim, temos mesmo é que aproveitar os últimos momentos do Esquadrão Relâmpago e do Comando Estrelar no Brasil. Cuidado com as fake news!

Mas acabando os direitos, vamos todos continuar pagando boletos. Não é o fim do mundo. Vida que segue. :)


Simulcast

Ultraman Z (Zett) estreia neste sábado (20) no Japão, pela TV Tokyo. E aqui no Ocidente tem simulcast garantido. Todas as sextas, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no canal oficial da Tsuburaya no YouTube. Cada episódio terá legendas em inglês e ficará disponível por duas semanas. Estreia esta noite.

Comentário: As exibições semanais das recentes séries Ultraman foram tradição no canal, mas sem legendas e com disponibilidade de uma semana. Aos poucos a Tsuburaya volta a investir no Ocidente (lembrando que haviam simulcasts via Crunchyroll num passado não muito distante).


Falando nisso…

Ultraman Geed – O Filme estreou ontem no Brasil pela plataforma Cinema Virtual. Escrevi esta resenha sobre a aventura inédita do filho de Belial.


Registro

A Toei registrou Kamen Rider Saber, o segundo Rider da era Reiwa. Novas informações em breve.


Pela justiça

O primeiro episódio de Janperson (de 1993) passa a ter legendas em português, a partir de hoje, no canal Toei Tokusatsu World Official (via YouTube).


Adiado!

O embate de Godzilla vs. Kong sofreu, inevitavelmente, mais um adiamento por parte da Legendary Pictures. A empresa tuitou na última sexta (12) uma mensagem do Instagram pessoal do diretor Adam Wingard, confirmando uma nova previsão para o lançamento, que agora deve ser em maio de 2021. Leia mais aqui.

Comentário: Por mais que a produção tenha negado o adiamento semanas atrás, esse clima já estava no ar. Não faria sentido manter a data para novembro, uma vez que o calendário de lançamentos de blockbusters para o segundo semestre está apertado. Por um lado, mais seis meses de espera. Por outro, é melhor para o staff se prevenir contra o novo coronavírus.


Volume um

A Marvel e a Tsuburaya divulgaram a capa da primeira edição de The Rise of Ultraman, ilustrada pelo renomado Alex Ross (que é um grande fã do gigante prateado).

O roteiro é da dupla Kyle Higgins (Mighty Morphin Power Rangers) e Mat Grom (Self/Made) e a ilustração dos personagens é de Francisco Manna. The Rise of Ultraman tem previsão de lançamento para setembro nos EUA. Novas informações deverão ser divulgadas até lá.


Nascimento

A distribuidora Mill Creek Entertainment vai lançar uma coleção em Blu-ray chamada The Birth of Ultraman. Além do episódio especial exibido em preto e branco pela TBS em 10 de julho de 1966 (uma semana antes da estreia oficial), o material conterá os melhores episódios de Ultraman.

Serão incluídos: O Invasor da Galáxia (ep. 1), O Ataque dos Baltans (ep. 2), A Ressurreição do Demônio (ep. 19), O Príncipe dos Monstros (eps. 26 e 27), As Palavras Proibidas (ep. 33), O Pequeno Herói (ep. 37).

Além disso, as artes de Alex Ross para os quadrinhos The Rise of Ultraman também estarão incluídas na coleção.

O lançamento vai acontecer nos EUA em 10 de julho (dia do Ultraman) e custará $25,99. Veja as imagens:


Chou Henshin!

Neste fim de semana, o canal da TokuSHOUTsu no YouTube lançou o primeiro episódio de Kamen Rider Kuuga, com legendas em inglês (of course). Em 1º de maio, a plataforma de streaming da distribuidora SHOUT! Factory lançou a série do ano 2000 em território norte-americano (leia mais aqui).


Musa de Nezura

Mach Fumiake (61), estrela do filme Gamera: Super Monster (de 1980), estará em NEZURA 1964, filme reboot de Giant Horde Beast Nezura, produzido pelo extinto estúdio Daiei em 1964.

Fumiake é atriz, cantora e lutadora de luta livre. Ganhou fama no Japão ao derrotar Jumbo Yamamoto no torneio WWWA (World Women’s Wrestling Association), em março de 1975. Em Gamera: Super Monster, ela interpretou Kilara, a líder do trio de super mulheres alienígenas.

Com previsão de lançamento para dezembro, Nezura 1964 é um filme produzido pela 3Y Co, através de financiamento coletivo.

Mach Fumiake (ao centro) como Kilara no filme Gamera: Super Monster. | Divulgação/SciFi Japan

Encontro com Boomerman

Sábado passado eu participei do meet & greet online com Hiroshi Watari, ator que interpretou Sharivan, Spielvan e o Boomerman em Jaspion. O evento é promovido pelo evento Alma Tokusatsu e terá uma nova edição neste fim de semana. Contei aqui como foi a experiência em bater um papo com o astro da nossa infância e as curiosidades sobre sua carreira. Imperdível!


Live com Nelson Sato

E pra fechar a edição de hoje, um convite pra você conferir nossa live com Nelson Sato, presidente da Sato Company, neste sábado (20) a partir das 11h30 da manhã, no JBox TV, nosso canal no YouTube. Aproveite pra se inscrever, assista nossos vídeos e interaja com a gente. Mande sua pergunta e tire suas dúvidas sobre os lançamentos da distribuidora. :)


É isso. Valeu todo mundo e até semana que vem.

Publicidade
close