imagem: ilustrações de Kaguya-sama, The Rising of Shield Hero e The Ancient Magus Bride

‘Kaguya-sama 3’, ‘Shield Hero 2’, OAD de ‘Magus’ Bride’ e mais continuações dubladas na Crunchyroll

Sequências de 5 títulos da temporada têm versão brasileira confirmada.

Entre os anúncios de dublagem para esta temporada de animês na Crunchyroll, temos pelo menos 5 continuações garantidas. São elas: a 2ª temporada de The Rising of the Shield Hero; a 3ª de Kaguya-sama: Love is War; a 2ª de Science Fell in Love, So I Tried to Prove It; a 2ª parte de Requiem of the Rose King e o 2º episódio do OAD de The Ancient Magus’ Bride (que não bem da “temporada”, mas encaixamos aqui);

Até o momento, não foram divulgadas as datas para as versões brasileiras de nenhum desses títulos, mas espera-se que os trabalho comecem a chegar ainda este mês. Exceto por ‘Magus’ Bride’, todos já estrearam com os seus respectivos episódios legendados na semana passada.

 

The Rising of the Shield Hero

Tate no Yuusha no Nariagari

Em sua 2ª temporada (cujo 1º episódio legendado estreou no último dia 6), ‘Shield Hero’ conta agora com direção de Masato Jimbo (Chaos;child), substituindo Takao Abo. O roteiro permanece chefiado por Keigo Koyanagi. A nova fase acompanha a preparação de Naofumi para a luta depois que horrível criatura despertou.

O animê adapta a novel de Aneko Yusagi, inicialmente publicada na plataforma online Shosetsuka ni Narou (“Vamos Virar Escritores”, em tradução livre), ganhando versão impressa pela Media Factory, com ilustrações de Seira Minami e 22 volumes publicados até o momento — inéditos no Brasil.

Na trama, Iwatani Naofumi vai parar em um mundo paralelo, invocado como um quatro heróis lendários (espada, arco, lança e escudo). Nomeado como o Herói do Escudo, ele começa metido em uma controvérsia, sendo acusado injustamente de estupro. Jurando se vingar de quem o havia traído e prometendo não confiar em mais ninguém, Naofumi decide comprar uma pequena escrava arredia e traumatizada, mas juntos, eles vão mudar um ao outro.

A animação é produzida pelo estúdio Kinema Citrus (Made in Abyss). A 1ª temporada da série já pode ser assistida com legendas e dublagem na Crunchyroll. Aqui no site temos uma crítica aos 12 primeiros episódios.


Kaguya-sama: Love Is War -Ultra Romantic-

A comédia romântica Kaguya-sama: Love is War (Kaguya-sama wa Kokurasetai: Tensai-tachi no Renai Zunousen) conta a história de Kaguya Shinomiya e Miyuki Shirogane, dois jovens apaixonados, mas que não conseguem confessar seu amor um pelo outro. Eles estudam na Academia Shuchiin, são considerados alunos modelos, líderes do conselho estudantil, mutuamente atraídos há tempos.

No entanto, com seis meses passados, nadinha aconteceu, pois ambos são orgulhosos demais para admitirem que estão parados na do senpai. E como esse orgulho só piorou com o tempo, eles agora travam uma briga psicológica para ver quem é que faz o crush se declarar primeiro. Pois o amor… É uma guerra!

A terceira temporada estreou no último dia 9 de abril, com o 1º episódio legendado. A equipe e o elenco principais estão de volta para a nova fase, subintitulada “Ultra Romantic”, no estúdio A-1 Pictures.

O mangá de Aka Akasaka é seriado desde 2015 na revista semana Young Jump, da editora Shueisha. A Panini começou a publicar a obra no Brasil em fevereiro de 2021 – temos uma resenha do 1º volume aqui. A série tem 16 milhões de cópias em circulação.


Science Fell in Love, So I Tried to Prove it r=1-sinθ

Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei Shite Mita r=1-sinθ

Science Fell in Love, So I Tried to Prove It (Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei Shite Mita) adapta o mangá de Alifred Yamamoto, seriado na plataforma digital Comic Meteor da G-Mode, desde 2016, com 13 volumes compilados até o momento.

A trama se passa na Universidade de Saitama, trazendo os pesquisadores Shinya Yukimura e Ayame Himuro, dois cientistas de dados (analisam diversos dados com algum objetivo).

Quando Ayame diz a Shinya que se apaixona por ele, os dois concordam em abordar a questão com “experimentos científicos”, incluindo medir seus batimentos cardíacos em diversos contextos. Seus colegas de laboratório também entram na brincadeira.

A produção é do estúdio Zero-G, com direção de Toru Kitahata (Hinako Note). O roteiro é supervisionado por Rintarou Ikeda (Magical Senpai), mas conta ainda com Michiko Yokote (Shirobako). A primeira temporada também está disponível na Crunchyroll. A nova, que traz o subtítulo de ‘r=1-sinθ’, estreou legendada no último dia 1º de abril.


Requiem of the Rose King

Bara-Ou no Soretsu

Iniciada em 9 de janeiro, Requiem of The Rose King tem certa inspiração nas peças Henrique VI, Parte 3 (1591) e Ricardo III (escrita entre 1592 e 1594), de William Shakespeare, e acompanha o rei Ricardo III da Inglaterra durante a Guerra das Rosas (1455-1487), uma guerra civil pelo controle do trono durante os reinados intermitentes de Henrique VI (dinastia Lancaster/Lencastre), Ricardo III (dinastia York) e Eduardo IV (York) – o conflito acaba mesmo com a ascensão da dinastia Tudor, a partir de 1485, com Henrique VII.

A animação do estúdio J.C. Staff, com direção de Kentaro Suzuki, adapta o mangá de Aya Kanno. O quadrinho foi seriado de 4 de outubro 2013 a 6 de janeiro de 2022 na revista Princess, da editora Akita Shoten, e conta com 16 volumes compilados — inéditos no Brasil.

Esta é uma “2ª parte”, apenas dando sequência à estreia da temporada de inverno. Os episódios anteriores estão disponíveis legendados na Crunchyroll, que também já conta com os 11 primeiros em versão dublada.


The Ancient Magus’ Bride -The Boy from the West and the Knight of the Blue Storm

Mahoutsukai no Yome

Este é o 2º episódio do OAD de The Ancient Magus’ Bride, que estreou a versão dublada no último mês de fevereiro. A sequência segue acompanhando Chise e Elias na investigação da lenda dos cavaleiros sanguinários conhecidos como Wild Hunters. A estreia legendada foi divulgada apenas para o dia 10 de junho.

A trama geral se passa antes da Chise entrar na faculdade, trazendo um novo personagem, chamado Gabriel, cuja vida um dia, acidentalmente, se cruza com o mundo dos bruxos. Já do “outro lado”, Spriggen traz a Elias e Chise a notícia da estranha aparição da equipe caça-fantasmas.

A direção é Kazuaki Terasawa (participou da direção de Overlord), com roteirização por Aya Takaha, roteirista das animações da série pelo estúdio WIT, e Yoko Yonaiyama (escreveu alguns episódios de Uma Musume). Hirotaka Katou (design de personagens) e Junichi Matsumoto (trilha sonora) também estão de volta. A produção é do estúdio Kafka, criado aparentemente apenas para este projeto.

O animê de The Ancient Magus Bride está disponível por completo com dublagem e legendas no catálogo da Crunchyroll e a primeira temporada teve passagem na TV aberta pela Loading. Já o mangá original segue em publicação no Japão com 16 volumes. No Brasil, a editora Devir publica o mangá.


Outros anúncios de dublagem confirmada:

  • Aoashi
  • Spy x Family
  • The Greatest Demon Lord Is Reborn as a Typical Nobody
  • The Dawn of the Witch
  • Dance Dance Danseur
  • Love After World Domination
  • Shikimori’s Not Just a Cutie
  • A Couple of Cuckoos

Fonte: Release de imprensa

Publicidade
close