Coluna do Daileon#13 | Akira Kushida! Tributo aos 30 anos de Jaspion no Brasil

Uma das vozes mais poderosas do tokusatsu revive a história musical do ícone japonês.

Saudações inca-venuzianas! (Awika!) É feriado, mas tamo aqui batendo ponto. Sem “bonecos” na capa dessa vez porque a semana foi dele: o rei do “tokusong.” Sabe quem é? Sabe quem é? Eu tô falando de Akira Kushida! A voz dos Metal Heroes foi destaque durante toda essa semana e, em nome do portal JBox, tenho a honra de tê-lo aqui como destaque da Coluna do Daileon, em comemoração aos 30 anos de Jaspion em nosso país. Vamos todos juntos celebrar esse fantástico tributo prestado ao nosso Tarzan Galático no projeto Anison Lab. A festa tá só começando.


A sinfonia do Lobo do Espaço

Ricardo Cruz (JAM Project e Danger 3), nosso grande e fiel parceiro aqui da casa, toca atualmente um novo projeto que envolve releituras de temas de anime e tokusatsu no YouTube. Semanalmente às quintas-feiras, a partir das 11h da matina, o Anison Lab leva até o público muita diversão e nostalgia com temas de séries como Os Cavaleiros do Zodíaco, Shurato, além também de séries recentes e da atualidade como One Piece, My Hero Academia etc. De tokusatsu, Ricardo, sempre em parceria com o guitarrista Lucas Araújo, recriou temas de Jaspion, Cybercop e Kamen Rider Black RX (este último foi vencedor de uma enquete feita aqui no JBox).

O projeto contou recentemente com a participação especial da (encantadora) cantora Yumi Matsuzawa interpretando o tema de abertura de Bucky e com direito a uma parte da canção em português. Alçando vôos, o Anison Lab marcou mais uma participação em seu décimo oitavo videoclipe lançado nesta quinta (6).

Akira Kushida foi o convidado especial de Ricardo (Foto: Divulgação/Anison Lab)

Akira Kushida, o lendário cantor das séries tokusatsu de grande sucesso no Brasil como Jiraiya, Jiban, Gavan e Sharivan, esteve de passagem no Brasil em julho para se apresentar nos eventos World Pop Festival (em São Paulo), Sana (em Fortaleza) e Super Con (em Recife). Sem perder tempo, Kushida foi especialmente convidado por Ricardo para participar de um tributo dedicado ao herói japonês de maior sucesso no Brasil.

Jaspion completa 30 anos de estreia pela saudosa Rede Manchete e está em alta devido ao anúncio de uma produção brasileira para o cinema e uma série nacional em mangá com previsão de lançamento para dezembro pela Editora JBC. Nada melhor do que homenagear o Tarzan Galático através da The Space Wolf Symphony.

“Eu cresci ouvindo todas essas músicas do Kushida. Foi glorioso entrar com ele no estúdio e ouví-lo regravar todas elas 33 anos depois. E poder participar dessa criação e cantar junto com o mestre foi algo quase surreal”. Conta Ricardo sobre sua experiência.

Jaspion comemora 30 anos de estreia no Brasil (Foto: Divulgação/Sato Company)

O videoclipe é na realidade um grande espetáculo formado por Ricardo, Lucas, Kushida e também por Larissa Tassi (também do Danger 3 e eternizada por cantar os temas d’Os Cavaleiros do Zodíaco na dupla com William Kawamura, ainda nos anos 90). As filmagens ficaram por conta do mestre Danilo Modolo do canal TokuDoc. Um medley com os temas originais cantados por Kushida, além da abertura “Ore ga Seigi da! Juspion“, interpretado na série de 1985 pelo saudoso cantor Ai Takano (1951~2006). Como não deve ser diferente, esta foi a canção que abriu o vídeo em grande estilo.

The Space Wolf Symphony seguiu com o tema de inserção “Powerful Fighter Juspion“, onde Kushida e Ricardo dividiram espaço. O clipe remete também à memória dos distantes tempos dourados de Jaspion pela extinta emissora carioca e, através de imagens de publicações oficiais que Ricardo guarda em seu acervo e mais algumas figures dos personagens do clássico da Toei, ao som de uma das BGMs compostas por Chumei Watanabe e agora refeita pelos arranjos de Lucas Araújo. Destaque para o vocal de Larissa Tassi (ao estilo de obras de Seiji Yokoyama, compositor original de Cavaleiros).

Com imponência na voz, Kushida canta “Ginga no Tarzan“. Uma das, ou senão, a melhor canção de Jaspion, que é uma das favoritas dos brasileiros (desse colunista também). O clipe tem o privilégio de tocar uma canção que jamais foi cantada ao vivo pela lenda viva do tokusong. “Foi a primeira vez que eu cantei “Mabushii Aitsu” em 33 anos!”, diz Kushida. Curiosamente essa música foi tocada apenas no episódio 6 (Gordon em Busca da Mãe), onde Boomerman (vivido por Hiroshi Watari) era introduzido na trama. A mesma ganhou uma versão em português nos anos 1990 e virou tema de encerramento na versão brasileira de Spielvan (rebatizado por aqui como “Jaspion 2“). Na nova versão, “Mabushii Aitsu” contou com os vocais de Ricardo e Larissa, que deram todo um charme para a simpática canção. Ambos também capricharam em “Chou Wakusei Sentou Bokan Daileon“.

Capa da The Space Wolf Symphony. Um verdadeiro espetáculo em vídeo (Foto: Divulgação/Anison Lab)

A guitarra de Lucas fez a transição do tema do robô gigante (o xará dessa coluna) para voltar ao tema de abertura. A sinfonia do lobo do espaço chega ao clímax com Akira Kushida cantando, pela primeira vez, a versão brasileira do tema de abertura do herói. Eu resolvi topar esse desafio. O Ricardo me dirigiu na minha primeira gravação em português, que não poderia ser outra música a não ser a abertura de Jaspion. Revela o cantor.

Kushida também fala sobre seu entusiasmo neste projeto: “É incrível como Jaspion faz sucesso no Brasil, fico muito feliz em poder homenagear os 30 anos da série no Brasil através desse medley”.

The Space Wolf Symphony é um grande presentaço para Jaspion e seus fãs. Apesar da breve passagem e da correria (como Ricardo havia registrado nos comentários do vídeo), o resultado foi perfeito, surpreendente e emocionante. É de deixar qualquer marmanjo marejando os olhos. Foi de fã pra fã. O Anison Lab é um projeto que nasceu com bastante inovação e esse clipe mostrou que veio para ficar e fazer diferença com homenagens a grandes clássicos da cultura pop japonesa. O tributo foi um dos melhores episódios do Anison Lab e certamente elevará a ascensão a partir desse ponto. É de longe um épico que reverencia o fantástico ao lado do maior ícone da história das músicas dos Metal Heroes e que continua emocionando como agora. Os fãs de Jaspion irão lembrar desde já com carinho a incrível participação de Kushida nessa homenagem histórica ao Jaspion. Sim, nosso herói merece.

Arigatou, Kushida-san!!

Valeu, Anison Lab!!

Assista ao clipe:

*Em julho escrevi esse texto no Blog Daileon sobre uma das recentes apresentações de Akira Kushida no Brasil.

**Em breve um documentário sobre a carreira de Akira Kushida no canal do JBox. Aguardem!

Veja também:


Review de Zi-O

Quem assistiu a estreia de Kamen Rider Zi-O levanta a mão! Foi um episódio meio corrido, mas serviu pra introduzir tudo aquilo que a gente informou neste espaço semanal. Ainda é cedo pra dizer se vai vingar ou não, mas de uma uma coisa é certa: a premissa já supera o fiasco que foi Kamen Rider Decade.

Escrevi uma resenha sobre as primeiras impressões lá no meu velho e interplanetário Blog Daileon. Dá uma conferida aqui.


Teaser

Logo após a exibição do primeiro episódio do novo Rider, a Toei liberou o teaser de Kamen Rider Heisei Generations FOREVER. O filme de inverno estreia em 22 de dezembro.


Casal Dekaranger

Mika Kikuchi anunciou nesta sexta (31) em suas redes sociais que se casou com o ator Tomokazu Yoshida. Ambos foram respectivamente Umeko/Deka Pink e Tetsu/Deka Break na série Super Sentai de 2004, Dekaranger. Foi revelado também que Yoshida vai deixar o meio artístico e seguirá carreira na acupuntura.

Entre 2009 e 2011, Mika Kikuchi foi casada com o ator Yuji Kishi, o Red Racer de Carranger (Super Sentai de 1996). O ex-marido é 13 anos mais velho que a atriz.


Kushidão no aniversário de Jiraiya

Akira Kushida é presença confirmada no evento de comemoração aos 30 anos da série Metal Hero. Ele também vai participar de um talk-show e um mini-concerto.


Falando em Jiraiya

O crowdfunding (financiamento coletivo) para os 30 anos do herói bateu a meta de 100% (vivaaaaaaaaa!!!). As arrecadações continuam. Falei sobre o projeto na edição passada.


Jiraiya em Power Rangers?

O site francês Guili divulgou as sinopses dos próximos episódios de Power Rangers Super Ninja Steel. O episódio 14 chama atenção pela inserção de um Policial do Espaço (você não leu errado) chamado Skyfire. Nada confirmado até o momento, mas teorias apontam uma possível adaptação americana de Jiraiya nesta temporada.

Em outubro de 2015, Jiraiya apareceu no episódio 34 de Ninninger (série Super Sentai que deu origem a Ninja Steel) e contou com a participação especial de Takumi Tsutsui de volta à pele de Toha Yamashi.

Para os desavisados de plantão, a possível referência pode ser direcionada à série de filmes Space Squad, uma vez que Touma Amagi, o novo Jiraiya, também é um Policial do Espaço. Obviamente que o tal Skyfire não deve ter qualquer ligação com Gavan, Sharivan, Shaider e muito menos com sua possível contraparte original. Vamos aguardar (né, Manchetinha?).

Para ver as sinopses dos próximos episódios, acesse o site Mega Power Brasil do meu amigo Raphael Maiffre.


Os Heisei Riders favoritos dos japoneses

Foram realizadas duas pesquisas para saber quais os Kamen Riders favoritos do público da terra do sol nascente.

A primeira foi realizada pela toretame (assim mesmo com a inicial minúscula) e entrevistou 5 mil pessoas e o resultado você confere nos slides:

 

Uma segunda pesquisa foi feita pela Yahoo! Japan entrevistando 284 pessoas. O resultado segue com alguns empates

19º lugar – Ghost (2015)
18º lugar – Hibiki (2005)
17º lugar – Fourze (2011)
16º lugar – Kiva (2008)
15º lugar – Gaim (2013)
14º lugar – Wizard (2012)
13º lugar – Blade (2004)
12º lugar – Agito (2001)
11º lugar – Build (2017)
10º lugar – Decade (2009)
9º lugar – Drive (2014)
8º lugar – Ex-Aid (2016)
7º lugar – Ryuki (2002)
6º lugar – OOO (2010)
5º lugar – Kabuto (2006)
4º lugar – 555 (2003)
3º lugar – Kuuga (2000)
2º lugar – W (2009)
1º lugar – Den-O (2007)


Tamo chegando ao fim de mais uma edição. Pra quem vai curtir o feriadão, juízo. Pra quem vai trabalhar, vamo nessa. Alguém tem que trabalhar nesse país (♫Lerê, lerê♫). Té sexta, venuzianos. Awika!

Publicidade
close