Imagem: LiSA em foto promocional de single "Gurenge".

LiSA supera estreia de Utada Hikaru com abertura de “Demon Slayer: Mugen Train TV”

“Akeboshi” teve mais downloads que “One Last Kiss” na semana de estreia, segundo a Oricon.

Lançado no dia 18, o single “Akeboshi” (“Estrela da Aurora”), de LiSA, ficou em primeira posição no último ranking semanal da Oricon, com 75,63 mil downloads.

O single passou até mesmo os 72 mil de “One Last Kiss”, de Utada Hikaru, um dos maiores ícones da música pop japonesa e que está erroneamente no ranking da Oricon como “artista mulher” (Utada assumiu não-binariedade há alguns meses).

LiSA também pegou a primeira posição na semana anterior, mas com o lançamento de “Yuke”, a música-tema do filme Sword Art Online: Progressive. A artista agora já colocou 6 singles na primeira posição do chart, sendo a artista mulher a conseguir atingir mais vezes a colocação no ranking digital da Oricon.

“Akeboshi” é a abertura da versão para TV de Demon Slayer: Mugen Train, com cenas extras. Já “One Last Kiss” é a música-tema de Evangelion: A Esperança, o último de Rebuild of Evangelion.

A cantora tem força na cena musical japonesa há anos, mas explodiu mais ainda com “Gurenge”, o tema de abertura da primeira temporada Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba. Apesar de ainda estar na versão TV de Mugen Train, ela não interpretará a abertura da próxima temporada de Kimetsu.

Há poucos dias, “Homura”, do filme Mugen Train, bateu a marca de mais de de 300 milhões de plays em streamings de música. Ela anunciou em agosto um curto hiato – do qual está retornando –, logo depois de surgirem boatos de ter sido traída pelo marido.

Saiba mais sobre a cantora neste artigo especial.


Fonte: ANN


O JBox participa de parceria comercial com Amazon, Funimation e JustWatch, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site mas produzidos por terceiros.


Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba

A trama de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba se passa no Japão do período Taisho e apresenta a história de Tanjiro Kamado, um garoto de bom coração que vendia carvão para sobreviver, até o dia que seus pais foram cruelmente assassinados por um demônio, que também amaldiçoou sua irmã mais nova, transformando-a num demônio.

Embora devastado com tudo que lhe aconteceu, Tanjiro decide tornar-se um “matador de demônios,” procurando aquele que massacrou sua família, enquanto também tenta encontrar um meio para que sua irmã volte a ser humana novamente.

O mangá de autoria de Koyoharu Gotoge, agora prestigiada até pela revista Time, foi publicado na Shonen Jump entre 2016 e 2020, com 23 volumes encadernados no total. A Panini publica a obra no Brasil. A série foi um fenômeno de vendas em 2019 e já possui mais de 150 milhões de cópias em circulação.

A versão em animê tem produção do estúdio Ufotable, e é exibida oficialmente no Brasil, até agora, via streaming pela Crunchyroll, com legendas em português, e pela Funimation e Netflix com opção dublada.

O filme continuando a série estreou em 16 de outubro no Japão, batendo inúmeros recordes, e eve exibição nos cinemas nacionais mesmo com a pandemia, e recentemente chegou à Funimation e também à Crunchyroll. Confira nossa crítica aqui.

A segunda temporada já foi confirmada ainda para este ano, mesmo causando certas discussões lá no Japão. Antes dela, uma versão de Mugen Train para TV está sendo exibida.

Onde assistir:


Publicidade
close